terça-feira, 30 de março de 2010

O Mal vence o Bem

Mais um ano, mais um BBB. E o brasileiro trouxa continua dando ibope e dinheiro para essa armação da Globo. O programa é a caricatura do povo brasileiro, fútil, inútil, tosco, promíscuo, mal.

E o mal já vence o bem na maioria das edições, lembra-se do Domini, Caubói, Max, etc? Só gente boa ganha o BBB, será que o brasileiro é burro ou é mau?

Na maioria das edições os bandidos sempre vão para as finais, ninguém entende e precisam se contentar com os resultados pra lá de suspeitos das votações. O Big Fone já é programado, quem atende já tem escolhido, castigo ou salvação.

A verdade é que Bial, Boninho e a Globo, cultuam o poder do mal sobre a bondade, a honestidade e a perseverança dos bons candidatos, sempre eliminados. O Cadu, que parece ser o menos mal da bandidagem, nas enquetes pelo mundo Web aparece sempre em terceiro! Mais do que provado, que o Brasileiro é Burro, Bobo, Babaca!

Agora é aquela musiquinha:

O mal vence o bem, a She-Ra ou o He-man (H de Hitler)!


Não darei ibope para ver o nazista vencer! Que os burros se descabelem torcendo por algo que já estava programado para acontecer antes do ano novo nascer!

BBB - Bosta, Burrice, Bobagem!

segunda-feira, 29 de março de 2010

Discurso do Método - René Descartes

"Inexiste no mundo coisa mais bem distribuída que o bom senso, visto que cada indivíduo acredita ser tão bem provido dele que mesmo os mais difíceis de satisfazer em qualquer outro aspecto não costumam desejar possuí-lo mais do que já possuem. E é improvável que todos se enganem a esse respeito; mas isso é antes uma prova de que o poder de julgar de forma correta e discernir entre o verdadeiro e o falso, que é justamente o que é denominado bom senso ou razão, é igual em todos os homens; e, assim sendo, de que a diversidade de nossas opiniões não se origina do fato de serem alguns mais racionais que outros, mas apenas de dirigirmos nossos pensamentos por caminhos diferentes e não considerarmos as mesmas coisas. Pois é insuficiente ter o espírito bom, o mais importante é aplicá-lo bem. As maiores almas são capazes dos maiores vícios, como também das maiores virtudes, e os que só andam muito devagar podem avançar bem mais, se continuarem sempre pelo caminho reto, do que aqueles que correm e dele se afastam.

Quanto a mim, nunca supus que meu espírito fosse em nada mais perfeito do que os dos outros; com freqüência desejei ter o pensamento tão rápido, ou a imaginação tão clara e diferente, ou a memória tão abrangente ou tão pronta, quanto alguns outros. E desconheço quaisquer outras qualidades, afora as que servem para o aperfeiçoamento do espírito; pois, quanto à razão ou ao senso, posto que é a única coisa que nos torna homens e nos diferencia dos animais, acredito que existe totalmente em cada um, acompanhando nisso a opinião geral dos filósofos, que afirmam não existir mais nem menos senão entre os acidentes, e não entre as formas ou naturezas dos indivíduos de uma mesma espécie.

Mas não recearei dizer que julgo ter tido muita felicidade de me haver encontrado, a partir da juventude, em determinados caminhos, que me levaram a considerações e máximas, das quais formei um método, pelo qual me parece que eu consiga aumentar de forma gradativa meu conhecimento, e de elevá-lo, pouco a pouco, ao mais alto nível, a que a mediocridade de meu espírito e a breve duração de minha vida lhe permitam alcançar. Pois já colhi dele tais frutos que, apesar de no juízo que faço de mim próprio eu procure inclinar-me mais para o lado da desconfiança do que para o da presunção, e que, observando com um olhar de filósofo as variadas ações e empreendimentos de todos os homens, não exista quase nenhum que não me pareça fútil e inútil, não deixo de lograr extraordinária satisfação do progresso que creio já ter feito na procura da verdade e de conceber tais esperanças para o futuro que, se entre as ocupações dos homens puramente homens existe alguma que seja solidamente boa e importante, atrevo-me a acreditar que é aquela que escolhi.

Contudo, pode ocorrer que me engane, e talvez não seja mais do que um pouco de cobre e vidro o que eu tomo por ouro e diamantes. Sei como estamos sujeitos a nos enganar no que nos diz respeito, e como também nos devem ser suspeitos os juízos de nossos amigos, quando são a nosso favor. Mas apreciaria muito mostrar, neste discurso, quais os caminhos que segui, e representar nele a minha vida como num quadro, para que cada um possa julgá-la e que, informado pelo comentário geral das opiniões emitidas a respeito dela, seja este uma nova forma de me instruir, que acrescentarei àquelas de que tenho o hábito de me utilizar.
..."

sábado, 27 de março de 2010

Anoitecer Cachoeiro - 27/03/10

Cachoeiro, Cachoeiro, tão mal cuidado, tão sujo, mas ainda com um anoitecer cada vez mais lindo!

Itabira, Frade a Freira, a lua antes da escuridão,
Cachoeiro, Cachoeiro, apesar do abandono, ainda és minha paixão.

A HORA DO PLANETA 2010

PARTICIPE DESSE PEQUENO GRANDE ATO!

No sábado, 27 de março, entre 20h30 e 21h30 (hora de Brasília), o Brasil participa oficialmente da Hora do Planeta. Das moradias mais simples aos maiores monumentos, as luzes serão apagadas por uma hora, para mostrar aos líderes mundiais nossa preocupação com o aquecimento global.


A Hora do Planeta começou em 2007, apenas em Sidney, na Austrália. Em 2008, 371 cidades participaram. No ano passado, quando o Brasil participou pela primeira vez, o movimento superou todas as expectativas. Centenas de milhões de pessoas em mais de 4 mil cidades de 88 países apagaram as luzes. Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro. Além disso, artistas, atletas e apresentadores famosos ajudaram voluntariamente na campanha de mobilização.

Pe. Fábio de Melo - Deus é Pai


Lindas palavras desse Santo Homem.

O destino do Brasil em nossas mãos!

Senhores,

Com isenção de ânimo e sem paixões políticas, conhecer indicadores sociais e econômicos publicados pelo Jornal “The Economist”, comparando os Governos FHC e Lula.

A diferença e muito grande... É bom lembrar. A grande dúvida é: Entregar o Brasil para os governantes da Pequena Grande Elite de Empresários e Banqueiros do Brasil, ou continuar sendo um país forte e bem visto no exterior?

A ESCOLHA É NOSSA!



LEIAM O QUE FOI PUBLICADO NO JORNAL THE ECONOMIST

THE ECONOMIST publicou!

Situação do Brasil antes e depois:

Nos tempos de FHC x LULA

1 - Risco Brasil

FHC: 2.700 pontos

LULA: 200 pontos

2 - Salário Mínimo

FHC: 78 dólares

LULA: 210 dólares

3 - Dólar

FHC: Rs$ 3,00

LULA: Rs$ 1,78

4 - Dívida FMI

FHC: Não mexeu

LULA: Pagou

5 - Indústria naval

FHC: Não mexeu

LULA: Reconstruiu

6 - Universidades Federais Novas

FHC: Nenhuma

LULA: 10

7 - Extensões Universitárias

FHC: Nenhuma

LULA: 45

8 - Escolas Técnicas

FHC: Nenhuma

LULA: 214

9 - Valores e Reservas do Tesouro Nacional

FHC: 185 Bilhões de Dólares Negativos

LULA: 160 Bilhões de Dólares Positivos

10 - Créditos para o povo/PIB

FHC: 14%

LULA: 34%

11 - Estradas de Ferro

FHC: Nenhuma

LULA: 3 em andamento

12 - Estradas Rodoviárias

FHC: 90% danificadas

LULA: 70% recuperadas

13 - Indústria Automobilística

FHC: Em baixa, 20%

LULA: Em alta, 30%

14 - Crises internacionais

FHC: 4, arrasando o país

LULA: Nenhuma, pelas reservas acumuladas.

15 - Cambio

FHC: Fixo, estourando o Tesouro Nacional.

LULA: Flutuante: com ligeiras intervenções do Banco Central

16 - Taxas de Juros SELIC

FHC: 27%

LULA: 11%

17 - Mobilidade Social

FHC: 2 milhões de pessoas saíram da linha de pobreza

LULA: 23 milhões de pessoas saíram da linha de pobreza

18 - Empregos

FHC: 780 mil

LULA: 11 milhões

19 - Investimentos em infraestrutura

FHC: Nenhum

LULA: 504 Bilhões de reais previstos até 2010

20 - Mercado internacional

FHC: Brasil sem crédito

LULA: Brasil reconhecido como investment grade

Que este texto circule  pelo Brasil inteiro.

ESSE TEXTO DEVE-SE TRANSFORMAR NA MAIOR CORRENTE QUE A INTERNET JÁ VIU!!! 

ACORDA BRASIL!

PSDB OUTRA VEZ NÃO!! 

PELO AMOR DE DEUS!!

sexta-feira, 26 de março de 2010

CONSPIRAÇÃO H1N1 - Verdade ou Mentira?

Vejam a entrevista sobre a conspiração da criação do vírus H1N1 como forma de equilibrar o crescimento populacional da Terra, com a ex-ministra da saúde da Finlândia.



VERDADE OU MENTIRA? FAZ SENTIDO OU NÃO?

quinta-feira, 25 de março de 2010

25 de Março - Emancipação de Cachoeiro

"Com essa administração omissa não dá pra comemorar muito, mas para efeitos de registro ..."


Parabéns Cachoeiro!
24/03/2010 - 12h24 (Ludmila Smarzaro - Da Redação Multimídia)

Festa de Cachoeiro, todo mundo lembra que é em 29 de junho. Mas você sabia que esta não é data histórica do aniversário da cidade? Em 25 de março comemora-se a emancipação do município, data em que a Câmara Municipal foi instalada na cidade. Tudo aconteceu após a mobilização de fazendeiros, já que embora independente economicamente,  Cachoeiro ainda pertencia a Itapemirim. 

O fato é que, em 1938, Newton Braga instituiu o "Dia de Cachoeiro" em homenagem ao padroeiro São Pedro. Como esta é a data mais festiva e popular, o 25 de março ficou esquecido, embora a cidade tenha uma importante rua com este nome. 

Comemoração 

Para não esquecer a data, a Escola Municipal Anísio Ramos elaborou um projeto especial. Os 880 alunos do sexto ao nono ano fizeram pesquisas e, com o apoio dos professores das displinas de história, geografia e português, confeccionaram os trabalhos que hoje(25) estão expostos no local. 

"Alguns abordaram a parte geográfica do município, outros a história. O importante foi eles saberem que, na nossa cidade, a emancipação política aconteceu em março, embora a comemoração seja  na data religiosa", disse o professor Fernando César Rodrigues, um dos coordenadores do projeto. 

Além dos trabalhos, os alunos participam de um concurso de desenhos e gravuras sobre o Pico do Itabira e de fotografia sobre o Rio Itapemirim e a cidade. 

Judiciário Capixaba dá resposta à sociedade



Juiz Frederico Schaider Pimentel é expulso da magistratura
25/03/2010 - 15h02 (Eduardo Fachetti - gazeta online)

O Pleno do Tribunal de Justiça do Espírito Santo decidiu, por unanimidade, demitir o juiz substituto Frederico Luís Schaider Pimentel. A decisão foi tomada em reunião do Pleno do Tribunal nesta quinta-feira (25). Após publicação no Diário Oficial, o juiz perde o direito à magistratura e ao salário de aproximadamente R$ 19 mil.

O colegiado julgou nesta manhã, por quase três horas, o Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra o juiz, apontado nas investigações da Operação Naufrágio por tráfico de influências, venda de sentenças e criação e divisão de lucros de cartório, segundo apurou o Ministério Público Federal. O relator do processo, desembargador Carlos Simões Fonseca, ressaltou que não há dúvidas de que Pimentel também incorreu na prática de corrupção passiva majorada, exploração de prestígio e advocacia administrativa qualificada.

Durante as quase três horas em que leu seu voto, o relator destacou os indícios que comprovam que, mesmo já ocupando o cargo de juiz, Frederico Schaider Pimentel não havia abandonado a advocacia. Segundo apurou o relator, clientes do juiz foram designados para outros advogados, mas muitos sequer conheciam os bacharéis de Direito que dariam continuidade aos processos e mantinham contato direto com Pimentel. A atuação do juiz infringe a regra da exclusividade com a magistratura exigida pelo Judiciário.

"Não há dúvidas" da ligação com Scopel

No voto de 228 páginas lidas nesta manhã, o desembargador Carlos Simões Fonseca disse que não há dúvidas do relacionamento próximo mantido por Frederico Luís Schaider Pimentel e membros da família Scopel. 

Em uma gravação da Polícia Federal, o juiz e o empresário Adriano Scopel combinam a entrega de uma moto importada no valor de R$ 70 mil. Em troca, Pimentel ajudaria o grupo de empresários a conseguir vantagens em um processo que tramitava no Tribunal de Justiça, até então presidido por seu pai, o desembargador afastado Frederico Guilherme Pimentel.

A defesa do juiz alegou que as conversas não se tratam de qualquer barganha, mas sim da finalização da compra do veículo. Contudo, de acordo com o relator do processo, não houve apresentação de qualquer documento que comprovasse essa teoria. Fonseca destacou, ainda, que é clara a conduta de Frederico Schaider Pimentel de privilegiar assuntos pessoais durante o exercício profissional.

"Amante na garupa da moto"

Outro ponto polêmico do processo faz referência a uma possível troca de favor entre Pimentel e o deputado estadual Marcelo Santos. Segundo escutas telefônicas autorizadas pela Justiça, o magistrado teria pedido ao parlamentar um cargo comissionado para uma moça com quem mantinha um relacionamento extraconjugal. Ela chegou a trabalhar na Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa por três meses com vencimentos de R$ 1,5 mil.

De acordo com o voto do relator Carlos Simões Fonseca, fotos anexadas ao processo comprovam que, mesmo estando em estágio probatório na Justiça, "Frederico deixava as funções em horário de expediente para se encontrar com a moça". Em uma das fotografias, pontuou o relator durante a exposição ao Pleno, "o casal aparece saindo de um motel e a moça na garupa da moto do juiz".

Cartórios eram disputados

Durante a exposição do relatório no Pleno do Tribunal de Justiça, Fonseca esclareceu que o juiz Frederico chegou a alertar as irmãs sobre possíveis problemas decorrentes da instalação do Cartório de Cariacica. Contudo, após a implantação do cartório, os filhos do desembargador Frederico Guilherme passaram a disputar os lucros, que em quatro meses de funcionamento somaram R$ 2,8 milhões.

terça-feira, 23 de março de 2010

EMPREGOS - Concursos Públicos serão afetados!

Cortes no Orçamento da União atingirão concursos públicos

Os empregos públicos não vão escapar do corte que o governo federal dará no Orçamento de 2010. Parte do contingenciamento de R$ 21,805 bilhões que será feito no total dos recursos previstos para este ano vai atingir as repartições públicas. Por isso, nomeações, realização de concursos públicos e negociações salariais que não constavam de acordos recentes com as categorias terão que passar pelo crivo do governo. O orçamento aprovado e sancionado pelo presidente Lula previa 77.782 vagas a serem ocupadas na administração federal. Nem tudo, no entanto, será vetado. O critério passa a ser a restrição orçamentária.

As portarias que autorizam a realização de concursos para 12.500 profissionais da Educação (entre professores e técnicos) para universidades e escolas técnicas e a contratação de 8,9 mil concursados, também para a mesma área, estariam garantidas. O ministro do Planejamento Paulo Bernardo, porém, indicou que para os demais pedidos de concursos e de nomeações haverá limitação. "O restante, o que não entrou, não vamos deixar entrar porque não temos como fazer", avisou.

Bernardo também foi taxativo quanto à possibilidade de conceder novos aumentos de salários para o funcionalismo neste ano. "Aquilo que foi negociado com os servidores, como os valores que temos que pagar em julho, está em nossas contas e será pago. Tudo o mais fora disso terá que ser discutido e será analisado com uma visão bem restritiva, porque não temos condições de aumentar", afirmou.

Está no orçamento a despesa de R$ 10,247 bilhões com reajustes de salários e reestruturação de carreiras. Considerando o período de 12 meses, o gasto vai a R$ 18,951 bilhões. Entre os Três Poderes, o maior dispêndio com o reajuste da remuneração é com os servidores do Executivo que, em um período de 12 meses, demandarão R$ 14,776 bilhões. Entre as despesas obrigatórias, consta para este ano o dispêndio de R$ 167,570 bilhões com o pagamento de servidores, número inferior aos R$ 168,976 bilhões previstos devido a ajustes feitos nos acordos com as categorias.

Fonte:

OH! Minas Gerais



Oh! Minas Gerais
(Alex Cardoso)
Terra querida, lugar de um povo hospitaleiro,
Meu sonho de menino, jamais realizado,
Queria eu também ter nascido mineiro,
Ter morado nessas terras pelas quais sou apaixonado.

domingo, 21 de março de 2010

Cachoeiro no dia 21/03/10


Quando cai a chuva a cidade respira aliviada, o asfalto se enfumaça todo jogando o vapor quente para cima, nenhuma árvore existe para ajudar a fazer sombra, por isso dizem que minha cidade é quente, muito quente, mataram todas as árvores da rua, existe uma briga grande para estacionar os carros nas sombras que ainda restam, não existem parques arborizados, não existem canteiros de flores, não existe educação de se jogar o lixo nas lixeiras, o que existe são carros de som estridentes, motos com canos de descarga modificados, pouco, pouquíssimo verde, no lugar, centenas de outdoors horríveis e desnecessários, a ganância deu lugar ao calor sufocante, ao ar quente que respiramos, cada ano que passa, menos árvores na cidade, mais graus no termômetro, e as administrações que vem e vão, mostram para o que servem, ou seja, nada. Cachoeiro, que bom que ao longe podemos ainda ver o Itabira, magnífico e imponente, um pouco azul e cinza de suas pedras, e verde, muito verde que o abraça.

Salvem Cachoeiro! Plante uma árvore!

sábado, 20 de março de 2010

OUTONO

O Outono chegou no Brasil, nos EUA minha Tia Delma, uma fotógrafa maravilhosa, nos dá uma pequena idéia do que é o outono na terra do Tio Sam, uma coisa mais linda de Deus!

Confiram:

Tia Delma Talento Oculto!!!
















PARABÉNS TIA DELMA ... VOU CONTINUAR POSTANDO .. SÃO MUITO LINDAS, SÃO MUITAS FOTOS, VAI FICAR TUDO LINDO AQUI!

quarta-feira, 17 de março de 2010

O Amor

"O amor nada mais é do que a conquista de nós próprios no outro." 
( Friedrich Hebbel )

terça-feira, 16 de março de 2010

Rubem Braga e os Teixeiras

Os Teixeiras moravam em Frente.
Do Livro: A traição das Elegantes, de Rubem Braga - o mais cachoeirense dos cachoeirenses.

PARA não dar o nome certo digamos assim: os Teixeiras moravam quase defronte lá de casa.
Não tínhamos nada contra eles: o velho, de bigodes brancos, era sério e cordial e às vezes até nos cumprimentava com deferência. O outro homem da casa tinha uma voz grossa e alta, mas nunca interferiu em nossa vida, e passava a maior parte do tempo em uma fazenda fora da cidade; além disso seu jeito de valentão nos agradava, porque ele torcia para o mesmo time que nós.

Mas havia as Teixeiras. Quantas eram, oito ou vinte, as irmãs Teixeiras? Sei que era uma casa térrea muito, muito longa, cheia de janelas que davam para a rua, e em cada janela havia sempre uma  Teixeira  espiando.   Havia  umas   que  eram boazinhas, mas em conjunto as irmãs Teixeiras eram nossas inimigas, acho que principalmente as mais velhas e mais magras.

As Teixeiras tinham um pecado fundamental: elas não compreendiam que em uma cidade estrangulada entre morros, nós, a infância, teríamos de andar muito para arranjar um campo de futebol; e, portanto, o nosso campo natural para chutar a bola de borracha ou de meia era a rua mesmo.

Jogávamos descalços, a rua era. calçada de pedras irregulares (só muitos anos depois vieram os paralelepípedos, e eu me lembro que os achei feios, com sua cor de granito, sem a doçura das pedras polidas entre as quais medrava o capim; e achei o nome também horroroso, insuportável, paralelepípedos, nome que o prefeito dizia com muita importância, parece que a grande glória de Cachoeiro e o progresso supremo da humanidade residia nessa palavra imensa e antipática — paralelepípedos); mas, como eu ia dizendo, a gente dava tanta topada que todos tínhamos os pés escalavrados: as plantas dos pés eram de couro grosso, e as unhas eram curtas, grossas e tortas, principalmente do dedão e do vizinho dele. Até ainda me lembro de um pedaço do "campo" que era melhor, era do lado da extrema direita de quem jogava de baixo para cima, tinha uma pedra grande, lisa, e depois um meio metro só de terra com capim, lugar esplêndido para chutar em gol ou centrar.

Tenho horror de contar vantagem, muita gente acha que eu quero desmerecer o Rio de Janeiro contando coisas de Cachoeiro, isto é uma injustiça; a prova aqui está: eu reconheço que o Estádio do Maracanã é maior que o nosso campo, até mesmo o Pacaembu é bem maior. Só que nenhum dos dois pode ser tão emocionante, nem jamais foi disputado tão palmo a palmo ou pé a pé, topada a topada, canelada a canelada, às vezes tapa a tapa.

Não consigo me lembrar se a marcação naquele tempo era em diagonal ou por zona; em todo caso a técnica do futebol era diferente, o jogo era ao mesmo tempo mais cavado e mais livre, por exemplo: não era preciso ter 11 jogadores de cada lado, podia ser qualquer número, e mesmo às vezes jogavam cinco contra seis, pois a gente punha dois menores para equilibrar um vaca-brava maior.

Eu disse que as partidas eram emocionantes; até hoje não compreendo como as Teixeiras jamais se entusiasmaram pelos nossos prélios. Isso foi um erro, e na semana que vem eu contarei por quê.

sexta-feira, 12 de março de 2010

O DDA Adulto ...

1) Trata-se de um distúrbio recente ou um modismo diagnóstico?

O Transtorno do Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade foi descrito pela primeira vez, em 1902, e já recebeu diversas denominações ao longo de todos esses anos. As mais conhecidas foram: Síndrome da criança Hiperativa, lesão cerebral mínima, disfunção cerebral mínima, transtorno hipercinético.

Em 1994, o termo oficialmente adotado pela Associação Americana de Psiquiatria foi o de Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade, significando a barra inclinada que o problema pode ocorrer com ou sem o componente de hiperatividade, outrora considerado o sintoma mais importante e definidor do quadro.

2) Problema raro ou comum?

Os diversos estudos realizados têm demonstrado que esse transtorno ocorre em cerca de 3 a 7% das crianças, sendo aproximadamente 3 vezes mais freqüente em meninos que em meninas. Nas meninas prevalece o tipo clínico em que predomina a desatenção, sem evidência importante da hiperatividade. Na idade adulta, foi encontrado em 4% das pessoas.

O Transtorno do Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade é considerado o distúrbio infantil mais comum e é tido como a principal causa de fracasso escolar.

3) Não se trata de um problema restrito à infância?

Até a poucos anos achava-se que no final da adolescência os sintomas do Transtorno do Déficit de Atenção iriam regredindo com ou sem tratamento, e que o adulto ficaria livre das características que apresentava quando criança.

Entretanto as pesquisas mais recentes provaram que o distúrbio tende a permanecer através da adolescência e continuar na idade adulta. A questão é que as características do distúrbio vão revelando aparências diferentes de acordo com as diversas faixas de idade. É fácil entender, por exemplo, que uma criança hiperativa corre de um lado para outro, está constantemente pulando, mais do que as outras crianças da mesma idade, mas o adolescente e o adulto hiperativos irão exteriorizar a mesma hiperatividade de forma diferente, mais de acordo com as suas respectivas idades.

4) Como conceituar o Transtorno do Déficit de Atenção?

O Transtorno do Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade é um distúrbio habitualmente de longa duração (freqüentemente se estendendo até a idade adulta, como acabamos de dizer) que se manifesta por três grupos de sintomas: desatenção, hiperatividade e impulsividade.

É evidente que esses sintomas são inespecíficos, podendo ser encontrados em uma grande variedade de outros transtornos, como também fazendo parte da vida psíquica normal, em alguns momentos.

Na verdade, a Hiperatividade não é simplesmente uma deficiência de atenção, como a denominação pode fazer pensar. Caracteriza-se também como um distúrbio do desenvolvimento adequado da inibição e da modulação das respostas, melhor dizendo, do autocontrole.

5) Se as características do Déficit de Atenção também existem nas pessoas normais, e se essas mesmas características também podem ocorrer em outros distúrbios, como identificá-lo então?

Em primeiro lugar, é necessário que os sinais de desatenção, hiperatividade e impulsividade sejam mais intensos que os apresentados pelas pessoas da mesma idade e que sejam persistentes. A pessoa deve apresentar essas características constantemente, como um padrão de comportamento delas. Quem convive com essas pessoas costumam dizer que elas sempre foram assim.

Em segundo lugar, é necessário para se falar em Déficit de Atenção que esses sintomas tenham aparecido desde a infância. Quer dizer, se alguém passou a apresentar essas características depois de adolescente ou adulto, não se trata de Déficit de Atenção, mas provavelmente de algum outro transtorno.

Além disso, é necessário que esses sintomas tenham uma intensidade e constância tal que existe já um comprometimento do seu funcionamento em mais de uma área de atuação, como casa, escola, trabalho, vida social, etc.

Por último, para se fazer o diagnóstico de Déficit de Atenção exige-se que sejam excluídas outras causas capazes de ocasionar essas características.

6) Como se apresenta uma criança com Hiperatividade?

Sinais de desatenção:

a) A criança tem pouca atenção, e com freqüência comete erros em trabalhos escolares e provas por puro descuido. Examinando a prova que ela mesma fez, a criança é capaz de apontar os próprios erros e até se aborrecer por ter cometido erros tão tolos. Ou a professora se espantar com os erros cometidos em matéria que a criança comprovadamente conhece.

b) Nas aulas é comum perder a atenção no que o professor está falando, e ficar pensando em coisas bem distantes das aulas. Costuma dizer que "voa" ou "viaja" nas aulas. Essa mesma perda constante de concentração é que dificulta a leitura de um livro recomendado pela escola. Com freqüência precisa voltar a ler do início da página pois é como se tivesse dado um branco no momento em que estava lendo um trecho.

c) Tem grande dificuldade de fazer os deveres de casa sozinha, porque se distrai a todo instante, interrompe, leva muito tempo, fazendo desses momentos verdadeiras batalhas entre mãe e filho.

d) Outras vezes quando está fazendo algo que é do seu interesse, como ver TV, jogar videogame, etc., é capaz de ficar tão concentrada que parece não escutar se é chamada. Isso quer dizer que a criança com Transtorno do Déficit de Atenção com ou semHiperatividade é capaz de ficar hiper-concentrada (se estiver interessada) ou então ficar desconcentrada (quando não tiver tanto interesse).

e) É facilmente distraída daquilo que está fazendo. Por exemplo, basta que alguém chame seu nome ou que ocorra um ruído diferente para se perca quase completamente da tarefa que estavam realizando, em especial se era uma leitura ou aula.

f) É em geral muito desorganizada com seus pertences e na maneira com tenta fazer as coisas. Por isso está freqüentemente perdendo objetos, como lápis, livros, etc.

g) Algumas crianças com Transtorno do Déficit de Atenção com ou semHiperatividade têm grande dificuldade em dar a partida para realizar qualquer coisa, parecem lentas, sem energia. Já outras começam as coisas rapidamente, mas também logo abandonam o que começaram para fazer uma segunda atividade, que por sua vez dificilmente será completada.

h) Quando se pede a uma criança com Transtorno do Déficit de Atenção com ou semHiperatividade que efetue 2 ou 3 tarefas ao mesmo tempo, ou que transmita um recado, com maior freqüência haverá esquecimento das tarefas solicitadas.

Sinais de hiperatividade e impulsividade:

a) É muito ativa, inquieta, tem dificuldade de ficar sentada na sala de aula, ou numa missa. Quando é forçada a ficar sentada, fica se revirando na cadeira o tempo todo.

b) Fala muito, é barulhenta, a ponto de perturbar a classe e ser freqüentemente advertida pelas professoras.

c) Não consegue esperar sua vez, seja em jogos, filas, etc. Fala quando não deve, interrompe as pessoas, responde sem ouvir a pergunta por inteiro. Muitas vezes revela falta de tato, dizendo coisas inadequadas, que saem de supetão.

d) Algumas têm pouca noção de perigo, por isso sobem em locais perigosos, se machucam com freqüência.

e) Costumam ser estabanadas, derrubando os objetos por onde passam.

f) Tem baixa tolerância à frustração. Insistentes, não suportam uma resposta negativa.

7) Como se apresenta um adolescente com Déficit de Atenção ?

As características do adolescente com Déficit de Atenção são semelhantes às das crianças com o mesmo problema, apenas com diferenças decorrentes do próprio amadurecimento, da faixa de vida. Vejamos apenas algumas particularidades:

a) Tem dificuldade de ficar concentrado nas aulas, em leituras, em especial se não for do seu interesse. Certamente que qualquer pessoa se não tiver interesse vai ter maior dificuldade de atenção, só que na pessoa com Hiperatividade isso é bem mais acentuado.

b) Tem dificuldade em completar tarefas. Alguns desses adolescentes iniciam várias atividades, mas completam poucas.

c) Habitualmente é desorganizado, esquece compromissos, trabalhos, ou então não sabe onde guardou chaves, óculos, livros, etc.

d) Costuma fazer várias coisas ao mesmo tempo, mas dificilmente completa alguma.

e) É impaciente e inquieto, mas não tanto hiperativo como quando era criança.

f) Dirige motos ou carros de forma perigosa, expondo-se freqüentemente a acidentes.

g) Faz uso de álcool ou drogas. Em geral os adolescentes com Déficit de Atenção procuram as drogas porque se sentem passageiramente melhor sob o efeito delas, ou seja, a droga é uma forma de automedicação, embora inadequada.

8) E um adulto com Hiperatividade que outras particularidades apresenta?

Os traços são semelhantes aos da criança e do adolescente, com as modificações próprias da idade. Vejamos apenas algumas particularidades:

a) É desatento, desconcentrado, e facilmente distraído. Alguns desses adultos jamais conseguiram ler um livro inteiro. Outros até conseguem, mas só quando o assunto é de muito interesse.

b) É pouco persistente no que faz, tendo dificuldade em completar suas tarefas.

c) Seu estilo de vida é desorganizado, esquece de pagar contas em dia, sua mesa de trabalho é caótica, esquece compromissos. Sente-se confuso quando tem muitas coisas a fazer, não conseguindo estabelecer prioridades.

d) Atrasa-se com muita freqüência.

e) É inquieto, tem dificuldade em parar, e às vezes quando está em férias procura mais coisas para fazer.

f) Fala muito, monopoliza as conversas. Nem sempre é bom ouvinte.

g) Impaciente, toma decisões precipitadas, e muitas vezes se arrepende logo em seguida. Impulsivo também para dirigir. Muda freqüentemente de trabalho, relacionamentos ou residência.

h) É muito emotivo, tem freqüentes oscilações do humor, e se irrita com facilidade.

i) No trabalho tem um rendimento abaixo do que seria capaz.

9) O diagnóstico, como é feito?

O diagnóstico desse transtorno é clínico. Faz-se necessário colher uma história detalhada com uma ou mais pessoas significativas. No caso de crianças e adolescentes, as informações de pais e professores são inestimáveis. Em adultos, parentes próximos e cônjuges ajudam muito. As agendas de anotações escolares devem ser vistas, sempre que possível.

Uma história familiar deve apontar a existência de casos similares nos parentes próximos, muitas vezes em um dos pais.

Escalas de avaliação, com pontuação para os sintomas, são freqüentemente úteis para dirigir a investigação diagnóstica.

10) O que causa o Transtorno do Déficit de Atenção, ou seja, qual sua etiologia?

O fator hereditário é o mais importante. Múltiplos genes estariam envolvidos, o que justificaria a heterogeneidade do quadro clinico.

O córtex pré-frontal direito é ligeiramente menor nas pessoas afetadas. Do ponto de vista bioquímico, a hipótese predominante é de uma diminuição funcional da dopamina, e também da noradrenalina, nessas áreas.

11) Uma questão prática muito importante é que com muita freqüência ao Transtorno de Hiperatividade se associam outros transtornos (a isso se denomina comorbidade).

Uma característica marcante do Transtorno do Déficit de Atenção é sua alta taxa de comorbidade. Em crianças, calcula-se que mais da metade dos casos ocorrem acompanhados de outros transtornos. Em adultos, estima-se que esse índice seja ainda maior.

Na infância, as condições comórbidas mais comuns são: transtornos específicos do aprendizado, transtornos do comportamento, transtornos ansiosos, transtornos depressivos, e tiques.

Em adolescentes, além desses transtornos citados, surge o abuso de drogas.

Em adultos são também comuns os transtornos ansiosos, os transtornos depressivos, o abuso de drogas (incluindo o álcool e tranqüilizantes), transtornos do apetite e do sono.

http://www.mentalhelp.com/hiperatividade.htm

quinta-feira, 11 de março de 2010

O BOM, o MAL e o FEIO


Belíssima apresentação relembrando um dos mais famosos faroestes do cinema americano, O Bom, o Mal e o Feio, assista ao vídeo:


Veja a Sinopse:

"Brilhante! Impressionante! Uma Diversão Avassaladora!" (Boxoffice) 

Sem sombra de dúvida o mais ambicioso faroeste, impecável esteticamente e cujo estilo influenciou todos os filmes do gênero já filmados, Três Homens Em Conflito é ação que mistura o mito e o realismo.  

Clint Eastwood volta como o invencível "Homem Sem Nome", desta vez ao lado de dois pistoleiros (Lee Van Cleef e Eli Wallach) à procura de uma fortuna em ouro roubado. Mas trabalho de equipe não é coisa fácil para indivíduos fora-da-lei com personalidades tão fortes, e eles logo descobrem que seu maior desafio é manter a concentração - e a vida - em um país arrasado pela guerra. Desenvolvendo um estilo de ação inédito, mas nunca igualado desde então, Três Homens em Conflito é com certeza a forma do faroeste no verdadeiro estilo de Clint Eastwood! 

Este filme está na minha coleção há mais de 04 anos! Já vi várias vezes! Eli Wallach, o Feio, depois de muitos anos, já velho, fez um papel no filme O Poderoso Chefão III, era o mafioso que foi envenenado com um doce no teatro, demorei tempos para ver que era ele, já tão modificado pelas linhas do tempo.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Quando um vício alimenta o outro


EXISTE MUITA DOR NA VIDA, E TALVEZ A ÚNICA QUE SE POSSA EVITAR SEJA A DOR QUE VEM DE SE TENTAR EVITAR A DOR. R. D. LAING 

NA PIOR DAS HIPÓTESES, nós, mulheres que amamos demais, somos viciadas em relacionamento, "viciadas num homem", acostumadas à dor, ao medo e ao desejo. Como se isso não fosse ruim o suficiente, os homens podem não ser a única coisa a que estamos presas. Para bloquear os sentimentos mais profundos, provenientes da infância, algumas de nós também somos dependentes de substâncias viciosas. Na juventude ou mais tarde, na fase adulta, podemos começar a abusar de álcool, de outras drogas, ou, mais típico de mulheres que amam demais, de comida. Comemos em excesso ou deixamos de comer, ou ambos, para nos desligarmos da realidade, para distanciar-nos, e anoitecermos no grande vazio emocional dentro de nós. 

Não são todas as mulheres que amam demais que também comem, bebem ou usam drogas em excesso, mas, para aquelas que fazem isso, a recuperação do vício de relacionamentos ruins deve andar lado a lado com a recuperação do vício de qualquer substância utilizada com abuso. A razão é a seguinte: quanto mais dependentes do álcool, drogas ou comidas, mais culpa, vergonha, medo e auto-ódio sentimos Cada vez mais sozinhas e isoladas, acabamos nos tornando desesperadas pela confiança que um relacionamento com um homem para fazer com que nos sintamos melhor. Por não conseguirmos nos amar, precisamos dele para nos convencer de que somos dignas de amor. Até dizemos a nós que, com o homem certo, não precisamos de tanta comida, ou tanto álcool ou tanta droga. 

Usamos o relacionamento da mesma forma que usamos a substância viciante: para afastar nossa dor. Quando um relacionamento nos desaponta, voltamo-nos até mais freneticamente à substância de que abusávamos, mais uma vez procurando alívio. Cria-se um círculo vicioso quando a dependência física de uma substância é aumentada pela tensão de um relacionamento doentio, e a dependência emocional de um relacionamento é intensificada pelos sentimentos caóticos engendrados pelo vício físico. Usamos o fato de não estar com o homem ou estar com o homem errado para explicar e desculpar nosso vício físico. Por outro lado, o uso contínuo de substância viciante permite-nos tolerar o relacionamento doentio, amortecendo nossa dor e roubando-nos a motivação necessária para nos modificarmos. 

Culpamos um pelo outro. E tornamo-nos cada vez mais presas a ambos. Enquanto continuarmos tendendo a escapar de nós mesmas e a evitar nossa dor, permaneceremos doentes. Quanto mais nos esforçamos e quanto mais válvulas de escape perseguimos, mais doentes ficamos, combinando vícios e obsessões. 

No final, descobrimos que as soluções tornaram-se os problemas mais sérios. Precisando loucamente de alívio e não encontrando nenhum, às vezes podemos começar a ficar um pouco loucas. 

Do livro de Robert Norwood, Mulheres que amam demais.

segunda-feira, 8 de março de 2010

08 de Março - DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Se não fosse ...
(Alex Cardoso)

Se não fosse minha mãe, eu não teria nascido.
Se não fosse minha irmã, com quem eu teria brigado?
Se não fosse minha tia, que histórias teria ouvido?
Se não fosse Ave Maria, haveria o ressuscitado?

Se não fosse minha avó, que receita existiria?
Se não fosse a professora, o que teria eu aprendido?
Se não fosse a prostituta, eu ainda era um menino.
Se não fosse a namorada, amor eu não conheceria.

Se não fosse minhas amigas, seus segredos não saberia.
Se não fosse as inimigas, ninguém me odiaria.
Se não fosse as ciumentas, jamais eu me sentiria.
Se não fosse a minha amada, eu jamais me casaria.

Se não fossem as mulheres, vivendo nesse planeta,
Imagino que de tristeza a terra se cobriria.
Pois são elas que dão cor, amor e alegria,
À vida de nós homens, tão carentes de sua companhia.

Homenagem à minha esposa, mãe, irmã e amigas.

domingo, 7 de março de 2010

NOSTALGIA! FEIST MUSHABOOM

Feche seus olhos, faça um filme de sua vida, da sua infância, juventude, maturidade ... pense nos seus pais, seus amigos de colégio, seus amigos da vida, seus amores, suas conquistas ... feche os olhos ... mas antes, dê um play no vídeo abaixo!

sexta-feira, 5 de março de 2010

CHOVE CHUVA ...CACHOEIRO!

Cachoeiro amanheceu hoje com o teto fechado para vôos e decolagens ... depois de uma forte onda de calor que enlouqueceu os cidadãos cachoeirenses, há quase 01 semana chove direto na cidade e hoje a chuva mostrou que veio com força mesmo! Melhor do que calor, pelo menos a gente não transpira e dorme tranqüilo.

Filmagem feita pelo meu celular das janelas de minha casa.

video

quarta-feira, 3 de março de 2010

Assaltantes vão a Festa em Banco e levam bala da PF na terra do Sarney

VAGABUNDO MERECE ISSO AÍ!

Bandidos se estreparam quando pegaram a PF de frente, 06 assaltantes safados morreram na troca de tiros com o pelotão de elite mais respeitado do Brasil!!
...

2 de Março de 2010 - 16:46

Assalto a banco termina com sete mortos no Maranhão

Entre as vítimas, seis eram criminosos e um era funcionário do banco. Dois assaltantes estão foragidos.

Um assalto a uma agência bancária na cidade de Santa Luzia do Paruá, no Maranhão, terminou com sete mortes, nesta terça-feira (2). De acordo com a Polícia Federal, entre as vítimas, seis eram criminosos e um era funcionário do banco. Ambos morreram no local.

Outro integrante da quadrilha foi ferido durante a troca de tiros entre a polícia e os assaltantes. Um criminoso conseguiu fugir e dois foram presos. Ainda segundo a polícia, uma funcionária do banco foi ferida no tiroteio e está a caminho de São Luís para passar por tratamento.

A PF fazia uma operação na região para investigar outra quadrilha de assaltantes, quando ouviu uma troca de tiros na agência e foi para o local. Os assaltantes foragidos estão sendo procurados.

PF contra a Fumaça do MAL direito

POLÍCIA FEDERAL INVESTIGARÁ
O OBSCURANTISMO DA OAB

GABARITO DATILOGRAFADO E COM NOME
DE PERSONAGEM NO BOLSO
DE CANDIDATO BALUDO QUE TEM DINHEIRO
PRA PAGAR O RESULTADO!
QUE ÓTIMO ADVOGADO ELE SERÁ NÉ?

QUANTO CUSTOU?
QUEM FORNECEU? ADVOGADO, PRESIDENTE, FUNCIONÁRIO?
ATÉ QUANDO ISSO VAI CONTINUAR?
QUANTO EU PRECISO PARA COMPRAR UM GABARITO DESSES?

POR FAVOR OAB ME RESPONDA!!

OAB suspende 2ª fase do Exame da OAB;
PF deve
investigar suposta fraude

Extraído de: Última Instância - 13 horas atrás

A Polícia Federal deverá apurar a suposta fraude ocorrida na segunda fase do Exame de Ordem da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) realizado no último domingo (28/2). Durante a prova, um candidato de Osasco, na Grande São Paulo, foi pego com as respostas das questões da prova prático-profissional de direito penal.

A OAB, no entanto, nega que o exame já tenha sido cancelado. A questão será resolvida apenas neste domingo (7/3), quando o Colégio de Presidentes de Seccionais da OAB se reúne em Brasília para avaliar as medidas que serão adotadas.

Enquanto isso, foi suspensa a divulgação dos resultados dessa segunda fase do Exame de Ordem, que seria feita nesta quarta-feira (3/3).

O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, entregou à PF a notícia crime que relata a irregularidade. Ele requereu à PF a apuração urgente dos fatos para as devidas providências pela entidade, "no sentido de resguardar a lisura do certame, que é compromisso da OAB".

Segundo a secretaria de comunicação da UnB, o papel encontrado com o aluno tinha parte das respostas datilografada e outra parte escrita a mão. O texto continha, inclusive, o nome de um personagem citado no exemplo de uma pergunta.

O presidente nacional da OAB solicitou ao Cespe/UnB (Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília) -órgão que, em parceira com a OAB, realiza o Exame de Ordem- que instaure imediatamente sindicância para apuração interna da irregularidade relatada pela Comissão de Exame de Ordem da OAB de São Paulo. A entidade determinou ainda a abertura de processo administrativo na própria OAB.

A segunda fase do Exame de Ordem é escrito e inclui redação de peça jurídica e de cinco questões práticas sobre uma das seguintes áreas: Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Empresarial, Direito Penal ou Direito Tributário. A nota mínima para aprovação nessa fase é seis.

O Exame da Ordem foi feito por 18.720 candidatos em 155 cidades de todo Brasil. Só em São Paulo, 4.779 candidatos estavam inscritos para o Exame - 1.818 da capital.

SUSPEITA CONFIRMADA - SAFADEZA NO EXAME

Suspeita de vazamento de prova suspende Exame de Ordem 2009.3
Extraído de: Veredictum - 46 minutos atrás

...

Mais um motivo para acabar com esse exame inconstitucional, mais uma prova de que o dinheiro paga qualquer coisa, quanto será que custou um gabarito para a OAB? Quantos tinham o Gabarito? Quem forneceu o Gabarito? A cespe ou alguém de dentro da OAB? E a primeira fase? O candidato também tinha um gabarito? Quantas perguntas faremos e quantas frustrações passaremos até cancelarem esse exame para tirar essa carteira vermelha?

Depois que vemos aqui no ES uma cambada de DESEMBARGADORES roubando o dinheiro público, não podemos duvidar de mais nada!

E nós, pobres coitados que não temos dinheiro para molhar a mão dos responsáveis que forneceram o gabarito, somos mais uma vez prejudicados, esse concurso deveria ser anulado em seu todo, pois só de não terem aceitado nenhum recurso de 100 questões já havia suspeita de que algo estava errado!

A roubalheira e as vantagens agora atingem a TODA PODEROSA OAB, enquanto que alunos que não tem dinheiro nem para pagar a taxa de inscrição (já que a OAB não fornece isenção para os mais "pobres") gastam um dinheiro que não tem para tentar acertar 50 questões de um gabarito tão difícil.

Se não houver algum membro da OAB envolvido no esquema que atirem a primeira pedra! Porque para pagar uma grana alta por um gabarito do CESPE, tem que ter bala na agulha!

Uma vergonha para o CESPE/UNB, vergonha maior ainda para a PODEROSA ORDEM DOS ADVODIABOS DO BRASIL!

FIM DO EXAME DA ORDEM JÁ! VAMOS ACABAR COM A FÁBRICA DE DINHEIRO E DAR CHANCE A QUEM QUER TRABALHAR!

.....

Depois de todos os problemas ocorridos na prova 2009.2, a segunda fase do Exame de Ordem 2009.3 realizada neste domingo (28/02) foi suspensa até que sejam apuradas irregularidades que teriam ocorrido durante sua aplicação em Osasco/SP, especificamente na prova prática-profissional de direito penal. Abaixo a notícia publicada ontem pelo Conselho Nacional da OAB:

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, acaba de entregar pessoalmente ao diretor-geral em exercício do Departamento de Polícia Federal, Luiz Pontel de Souza, notícia crime com base em relato recebido da Comissão de Exame de Ordem da OAB de São Paulo, hoje (02) à tarde, envolvendo irregularidade na aplicação da segunda fase da prova prático-profissional de Direito Penal do Exame de Ordem, ocorrida na cidade de Osasco (SP), no último dia 28. Ophir requereu à PF a apuração urgente dos fatos para as devidas providências pela entidade, "no sentido de resguardar a lisura do certame, que é compromisso da OAB".

O presidente nacional da OAB solicitou ao Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) - órgão que, em parceira com a OAB, realiza o Exame de Ordem - que instaure imediatamente sindicância para apuração interna da irregularidade relatada pela Comissão de Exame de Ordem da OAB de São Paulo, assim como determinou a abertura de processo administrativo na própria OAB. Ophir determinou também a suspensão da correção e divulgação dos resultados dessa segunda fase do Exame, até a deliberação, no próximo domingo (07), do Colégio de Presidentes de Seccionais da OAB, que se reúne em Brasília para examinar as medidas que serão adotadas em relação ao certame.

Acompanharam o presidente nacional da OAB na entrega da notícia crime na Polícia Federal, o conselheiro federal da entidade pela Paraíba Walter de Agra Junior, coordenador do Exame Unificado do Conselho Federal da entidade, e o diretor-geral do Cespe/UnB, Ricardo Carmona.

Se efetivamente ficar comprovado que houve vazamento da prova, entendo que a lisura fica comprometida, entretanto é mais do que necessário descobrir se foi um caso isolado ou não, para que os aprovados pelo próprio esforço não sejam prejudicados.

Fonte:
http://www.jusbrasil.com.br/noticias/2102221/suspeita-de-vazamento-de-prova-suspende-exame-de-ordem-20093

segunda-feira, 1 de março de 2010

Só no Brasil mesmo!!!

Se eu fosse PF eu ia ficar muito p... da vida! Mas ordens são ordens!

OPERAÇÃO MARANELLO

Justiça devolve a acusados de tráfico carros importados apreendidos pela PF no Mato Grosso

Publicada em 01/03/2010 às 13h09m

CUIABÁ, SÃO PAULO - A Justiça decidiu devolver aos donos, denunciados por tráfico internacional de drogas, formação de quadrilha e crime contra o sistema financeiro, carros de luxo apreendidos em setembro passado pela Polícia Federal (PF) no Mato Grosso. A decisão é da 2ª Vara Federal de Mato Grosso e caberá ao Cartório da Superintendência Regional da Polícia Federal cumpri-la e entregar os veículos, que atualmente estão guardados no pátio do Conselho Estadual de Entorpecentes de Mato Grosso (Conem/MT).

Os carros foram apreendidos na Operação Maranello - uma alusão à cidade italiana, Maranello, onde está a sede da fábrica da Ferrari. Pelo menos nove carros importados foram apreendidos na Operação Maranello. Um deles, uma Ferrari Spider 430, é avaliada em R$ 1,8 milhão. Os policiais também apreenderam veículos Mercedes-Benz, BMW, Lamborghini, Corvette e uma moto Ducatti.

A argumentação da Justiça é que os veículos serão entregues para garantir a melhor conservação deles, já que os carros de luxo estão em um pátio aberto, sob sol e chuva, podendo sofrer deterioração.

Os donos dos veículos vão assinar um Termo de Depósito no qual garantem que os carros não serão utilizados e deverão mantê-los em suas residências, com a única finalidade de conservá-los. Até o final do processo, os bens não poderão ser utilizados, vendidos ou cedidos.

Os proprietários destes veículos foram investigados pela Operação Maranello da PF. Pelo menos 26 pessoas foram indiciadas. No dia da Operação, 13 foram presos. Pelo menos quatro policiais militares estariam envolvidos no esquema. Segundo a PF, a droga era comprada na Bolívia e entrava no Brasil de avião, pelo Pantanal, e entregue em fazendas compradas pelos integrantes da quadrilha: Sete irmãos e Baía dos Pássaros, as duas no município de Barão de Melgaço. Numa delas, arrendada para uma empresa de agropecuária, foram encontrados 376 tabletes de cocaína de alto grau de pureza, acondicionados em sacos plásticos escondidos sob uma lona, numa área de mata fechada. Da fazenda, a droga era distribuída por terra.

Para achar a droga, a Justiça deu à Polícia Federal 15 dias de busca e apreensão na área da fazenda, de 8 mil hectares. Os policiais tiveram de cercar os limites para impedir a saída do entorpecente. Dentro da fazenda foram achadas carabinas de fabricação russa. Participavam do esquema tanto empresas ativas quanto 'fantasmas' e o dinheiro era movimentado até mesmo por pequenos comércios, como padarias e empresas de cobrança. O objetivo era dificultar o rastreamento.

No total, 380 kg de cocaína foram apreendidos. Os carros, segundo a PF, foram comprados com o dinheiro do tráfico.

Um dos acusados foi o empresário cuiabano Alexandre Zangarini, que tem negócios em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Ele chegou a ser preso e libertado pela Justiça. São dele ao menos a Ferrari e o Corvette. Zangarini foi acusado de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Segundo as investigações, ele colaborava com a quadrilha investindo o lucro do tráfico em carros de luxo e em empresas, a fim de dar legalidade ao dinheiro.

Segundo o MPF, o tráfico era comandando por um núcleo principal composto por Edésio Ribeiro Neto, também conhecido por Binho, pelo ex-policial militar Adonai de Novaes Oliveira e pelo policial civil Wagner Rodrigo de Amorim e por Jackson Luiz Costa Conceição.

Segundo o MP, Edésio era o principal membro da organização. Arregimentava financiadores, administrava e distribuía a cocaína vinda da Bolívia. Os demais cumpriam tarefas como negocias com os traficantes, reunir o dinheiro para pagar a droga e cuidar do transporte dos carros, que eram recebidos como pagamento. Segundo o MPF, alguns acusados emprestavam o nome para a abertura de empresas que movimentavam o dinheiro do tráfico.

"Ao negociar a entrega da droga, a organização criminosa recebia, além de dinheiro, veículos como forma de pagamento, sendo que alguns destes eram vendidos para posterior compra de mais droga. Outros veículos acabavam por ser utilizados por membros da própria organização", diz o MPF.

No total, a Operação Maranello investiga 42 pessoas e empresas, cujos bens e contas correntes foram bloqueados pela Justiça. Foram cumpridos mandados de prisão em Cuiabá (MT), Corumbá (MS), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e Teixeira de Freitas (BA).

Estudantes, Carros e Bebidas

JOVENS E BEBIDA = ACIDENTES E MORTES

Quantos jovens ainda vão perder a vida e não vão ser exemplos para outros jovens que estão iniciando na bebida?

Um exemplo forte disso em Cachoeiro é o Posto do Mister Pizza na Av. Francisco Lacerda de Aguiar, onde, por várias vezes já presenciei garotos com idade aparentando 16, 17 anos e comprando bebidas alcólicas sem nenhum esforço ou apresentação de documentos.

As meninas compram ICE como se fosse água, saindo do local com 03 em cada mão e os rapazes compram garrafas de Old Eight com outra de 2l de energético para curtirem a noite.

Muitos acham que o carro é uma ferramenta de poder que faz a adrenalina subir como a bebida.

Entre a vontade dos jovens de viver altas emoções, ter coragem para dar em cima de uma garota, sentir adrenalina da velocidade, e a vontade do comerciante de faturar mais alto, está a vontade dos pais de acordar e ver o filho dormindo em sua cama tranqüilamente e não encontrá-lo dentro de um saco de cadáver numa mesa fria de um necrotério. Mas também não podemos esquecer que grande parte dessa culpa é dos pais, que abandonam seus filhos dentro de casa, não dão atenção e a devida educação, deixam o mundo ensinar e "educar" os filhos como eles bem entenderem. Depois resta ficar com esse sentimento de culpa para o resto da vida e com aquela eterna pergunta na cabeça: "Por que eu não cuidei do meu filho como deveria?"

Enquanto isso, a sociedade assiste perplexa meninos e meninas perdendo suas vidas no trânsito por falta da educação de seus pais, professores e do próprio governo que deveria fiscalizar os bares e restaurantes durante a noite coibindo os comerciantes que vendem bebidas e outros produtos que alteram a capacidade cognitiva dessas crianças. Sem falar é claro, no problema das drogas, da promiscuidade, da falta de religião, da liberdade excessiva dada a jovens que nem sequer entraram na vida adulta e muitos estão aí com 16, 17 anos, assumindo responsabilidades que não deveriam, como ter filhos e responderem por crimes!

O DEUS DE CADA HOMEM

O Deus de cada homem
(Carlos Drummond de Andrade)

Quando digo “meu Deus”,
afirmo a propriedade.
Há mil deuses pessoais
em nichos da cidade.

Quando digo “meu Deus”,
crio cumplicidade.
Mais fraco, sou mais forte
do que a desirmandade.

Quando digo “meu Deus”,
grito minha orfandade.
O rei que me ofereço
rouba-me a liberdade.

Quando digo “meu Deus”,
choro minha ansiedade.
Não sei que fazer dele
na microeternidade.

OAB - ORDEM DOS "ADVODIABOS" DO BRASIL


Se existisse um Deus aqui na Terra, se chamaria OAB. Ou melhor, um diabo! A instituição dita como defensora da classe dos advogados do Brasil, vem causando o terrorismo entre os estudantes de Direito em todo país.

Já não fosse suficiente a atitude preconceituosa de não fornecer isenção aos estudantes mais carentes ao pagamento da taxa para o exame de ordem, onde muitos, deixam de fazer a prova porque não tem condições de pagar valores absurdos como a taxa do ES que custa R$130,00, já não bastasse o grau de dificuldade na prova objetiva que cobra todo conteúdo da matéria de direito sem disponibilizar tópicos de cada matéria dificultando o acesso do bacharel ao mercado de trabalho, agora, a Tirana Instituição Protetora dos Advogados pratica ato de terrorismo ao indeferir todos os recursos impetrados contra questões absurdas enumeradas nas provas promovidas pelo CESPE/UNB.

Em apenas 7 dias, a OAB recebeu, leu e não deferiu nenhum pedido de recurso contra as 100 questões feitas no exame 2009.3, emitindo um comunicado ridículo em seu site sem assinatura e sem fundamentação nenhuma, restando aos bacharéis prejudicados apenas aguardar o próximo concurso para tentar ter mais sorte, pois com a OAB ninguém mexe! E o Ato ilegal praticado pela autoridade (presidente da OAB) pode ser combatido com o Mandado de Segurança, mas contra a OAB, nada disso funciona.

É sabido por todos que o exame da ordem é forma inconstitucional de obrigar o estudante a prestar uma prova para entrar no mercado de trabalho, além de tudo é uma forma de selecionar aqueles estudantes que possuem maior renda e que podem pagar o preço de caríssimos cursinhos para se prepararem para o concurso, sem falar na já comentada atitude de segregar os mais pobres tirando-lhes o direito de isenção de pagamento de taxa de matrícula para o exame.

Fui um dos prejudicados no último exame, entrei com Mandado de Segurança e a juíza negou a liminar, não era surpresa porque não existe autoridade neste país que possa "peitar"a OAB. Questões com erro crasso de transcrição de inciso não foi anulada, ERRO MATERIAL, o único que a OAB aceitaria e não foi aceito, ou seja, nem sequer foi lido, já era ordem da OAB não receber nenhum recurso, independente de ter erro material ou não.

Vejam o exemplo a seguir, e me diga se você marcaria a questão D:

RECURSO - CADERNO BRANCO – QUESTÃO 77

O gabarito da OAB em relação à questão acima referenciada traz a seguinte situação: “Assinale a opção correta acerca do procedimento sumaríssimo” e entre as alternativas enumera como certa a resposta:

D) A ausência de pedido certo e determinado impõe, além do pagamento das custas sobre o valor da causa, o arquivamento da reclamação.

Há um erro referente ao inciso I do art. 852-B da CLT, que induz o examinando a não marcar a letra “D”, já que a grafia correta na norma legal é a seguinte:

“Art. 852-B. Nas reclamações enquadradas no procedimento sumaríssimo:
I - o pedido deverá ser certo ou determinado e indicará o valor correspondente;
...” (grifo nosso)

Notem que o inciso I do art. 852-B fala em certo OU determinado, e não, certo E determinado. No direito é importante compreender a diferença entre E e Ou nas consultas. Usar E significa que todas as condições exigidas sejam satisfeitas, portanto, é mais restritivo. Usar OU significa que uma ou outra condição exigida seja satisfeita. No meio jurídico o uso do E e OU faz grande diferença quando interpretados de forma errada.

O examinando sabe que o Exame de Ordem exige dos bacharéis a correta interpretação das normas, por este motivo, jamais poderia ser marcada a questão “D”, tida por correta por esta douta banca examinadora, eis que na referida opção encontra-se erro significativo na transcrição do inciso.

Nestes termos, requer a anulação da questão.

Pede Deferimento.

Mesmo com esse erro absurdo de transcrição de inciso o meu recurso não foi aceito, ou seja, o que adianta, recurso e Mandado de Segurança se a OAB manda e faz o que quer e foda-se é isso mesmo?

Vários estudantes já tentaram até mesmo no STF promover ação de inconstitucionalidade contra o exame mas até hoje nada foi decidido, o que acontece é que vários bacharéis de direito depois de mais ou menos um ano desistem da profissão porque não podem deixar de trabalhar para pararem sua vida para estudarem para tirar essa tão maldita carteira vermelha, e muitos, mas muitos mesmo, acabam indo para outras profissões se iludindo totalmente e perdendo o investimento de 05 anos numa faculdade que entre todas as outras seria aquela que mais lutaria pela liberdade à livre iniciativa do trabalho.

E os cursinhos não estão nem aí, parece que a OAB e os Cursos para Concursos estão mesmo interessados que os alunos se "estrepem" porque o exame de ordem é feito 03 vezes por ano, assim, se o aluno demora um ano para passar no exame, são 130 reais de taxa para pagar multiplicados por 03, são 03 vezes fazendo cursinho, comprando livros, etc ... todo mundo ganha, a OAB mais ainda, são milhões de reais enchendo o bolso das diretorias, os cursinhos nem se fala, cada curso custando em média 450 reais por aluno, imagina o dinheiro que rola? Ninguém tem interesse em ajudar o estudante não, hoje tudo é dinheiro!

Se o inferno existe aqui na Terra, a OAB é uma de suas filiais, é o órgão supremo da tirania que exclui aqueles que ele bem entender e dá prioridade aos que tem dinheiro para pagar.

Não adianta chorar, espernear, entrar com Mandado de Segurança, tem que tomar ferro e aguentar calado! Vivemos num país onde não temos direito a nada, só se pagarmos! Aí sim, o dinheiro compra tudo!

Viva a OAB! E foda-se o resto!